top of page

Tirando uma Lição da Pepsi: A Importância da Honestidade no Marketing

A história da Pepsi na tentativa de recuperar sua posição no sudeste da Ásia, onde a Coca-Cola liderava com folga, é uma lembrança vívida de como o marketing pode dar errado quando a honestidade é deixada de lado.


Resumindo: A Pepsi escolheu um caminho desastroso ao enganar seu público no que ficou conhecido como "The Number Fever" (a febre dos números).


Na campanha "The Number Fever" (a febre dos números) da Pepsi nas Filipinas em 1992, o que faltou foi transparência e honestidade. A campanha envolvia o lançamento de tampas numeradas em garrafas de Pepsi, e os números correspondiam a prêmios em dinheiro que os consumidores podiam ganhar. O problema ocorreu quando a Pepsi anunciou erroneamente o prêmio de 1 milhão de pesos filipinos para a tampa com o número 349.


Milhares de filipinos acreditaram ter ganhado o prêmio, já que a campanha não especificou que o prêmio se aplicava apenas a tampas com o número 349 combinadas com um código especial que não estava amplamente disponível. A notícia do prêmio de 1 milhão de pesos se espalhou rapidamente, causando uma grande expectativa e empolgação entre os consumidores. No entanto, quando a Pepsi esclareceu que a combinação do número 349 com o código especial era necessária, muitos se sentiram enganados e traídos.


Isso resultou em uma série de protestos, processos judiciais e até mesmo em situações de violência. A Pepsi eventualmente retirou a campanha e pagou uma quantia significativa em compensação aos consumidores.


Portanto, o que faltou na campanha foi a devida transparência e comunicação clara, o que levou a uma quebra de confiança entre a marca e seus consumidores. Foi um exemplo de como a falta de honestidade e clareza em campanhas de marketing pode ter consequências adversas significativas.


Mas por que estamos discutindo isso e qual a lição que podemos tirar desse erro de marketing da Pepsi para nossas próprias marcas? É simples: a verdade deve sempre ser a prioridade, e enganar o cliente nunca deve ser uma opção.


Enganar pode ter consequências muito mais sérias do que uma simples multa; pode quebrar a confiança moral, algo que nenhum valor monetário pode restaurar. Aprenda com o erro da Pepsi e faça o oposto do que eles fizeram. Mantenha a integridade e a transparência como os pilares do seu marketing.


A confiança é um ativo valioso, e preservá-la deve ser a missão de todas as marcas que buscam construir relacionamentos duradouros com seus clientes.

Comments


bottom of page